POR QUE A GESTÃO FINANCEIRA É TÃO IMPORTANTE PARA OS NEGÓCIOS?

A Gestão Financeira de uma empresa abrange mais do que manter um conjunto preciso de livros e balanceamento da conta corrente de seu negócio. Você deve gerenciar suas finanças para que você não gaste desnecessariamente e assim continue preparado para todas as despesas fixas e variáveis de seu empreendimento, bem como para distribuir os lucros entre os sócios.

Suas responsabilidades de gerenciamento financeiro afetam todos os aspectos do seu negócio. Uma empresa que vende bem, mas tem má gestão financeira pode falhar. Isto é um fato mais comum do que a maioria dos empreendedores imaginam.

Por isso neste artigo vamos falar sobre a importância da gestão financeira para os negócios.

Investimentos

Você pode comprar ativos para gerar renda. Porém, todas as suas avaliações financeiras sobre os custos deste ativo para o seu fluxo de caixa devem equilibrar a quantidade de renda que tal ativo vai produzir em relação ao montante que o mesmo vai custar. Se você gerenciar seu fluxo de despesas de capital de forma eficaz, você não irá sobrecarregar sua empresa, emprestando muito para os ativos que não fornecem renda suficiente para justificar a despesa.

Fluxo de Caixa Operacional

Você deve gerenciar seu fluxo de caixa para que sua empresa sempre tenha o suficiente em mãos para pagar despesas fixas, tais como, aluguel, utilitários, telefone, luz e água, folha de pagamento e suprimentos. Isso significa que você deve olhar para os meses futuros e observar quando você receberá suas faturas de vendas e comparar isso com as datas de vencimento de suas contas a pagar.

Você pode gerenciar seu fluxo de caixa encurtando a quantidade de tempo que você dá aos clientes para lhe pagar e renegociando as datas de vencimento com os fornecedores. Se você deixar de gerenciar o fluxo de caixa de forma eficaz, você pode não ser capaz de pagar as despesas e manter sua empresa operando.

Redução das Despesas

Uma das suas responsabilidades da gestão financeira de sua empresa é manter os custos o mais baixo possível. Você pode negociar preços mais baixos com seus fornecedores, reduzir o número de funcionários em sua empresa, reduzir o uso de energia e comprar materiais de escritório no atacado. Se você não monitorar e gerenciar todos os seus custos, sua empresa sempre terá que aumentar as vendas drasticamente para pagar as despesas crescentes.

Planejamento tributário

A legislação tributária no Brasil é muito complexa e afeta diretamente a gestão financeira de uma empresa, pois a mesma não pode deixar de cumprir com cada uma de suas obrigações fiscais. Isso implica, por exemplo, na formação dos preços dos produtos ou serviços oferecidos ao consumidor final.

Sendo assim, uma das funções principais da gestão financeira empresarial inclui o planejamento tributário para o devido cálculo das alíquotas e o pagamento dos impostos. Isso envolve certificar-se de que você terá dinheiro em caixa para pagar os impostos apurados a cada mês ou a cada trimestre.

A concorrência no mundo corporativo é selvagem, e a sustentabilidade financeira de uma empresa depende também da redução de seus custos fiscais para que a mesma se mantenha competitiva em seu mercado de atuação.

O Planejamento Tributário é mais que uma necessidade, é um fator de sobrevivência para uma empresa que planeja o crescimento e a longevidade corporativa. Por isso, é uma ferramenta indispensável para a gestão financeira empresarial.

E você, como é a gestão financeira de sua empresa? Você tem trabalhado estes 4 importantes aspectos de modo à ter sucesso total na gestão do negócio? Você sabia que o contador é um parceiro fundamental para que a gestão financeira de sua empresa seja bem sucedida?

Compartilhe sua experiência conosco. E se precisar de ajuda, é só entrar em contato.

Até a próxima!

Os segredos para melhorar a gestão contábil do seu Consultório Odontológico!

Atualmente em meio às grandes inovações mercadológicas, empreender é a chave para o sucesso de qualquer empresa.

Ainda que micro, pequena, média empresa ou ainda um simples profissional que presta seus serviços de modo autônomo, é muito importante ter total controle do seu negócio de modo a estruturá-lo no mercado e torná-lo grande, assim como o seu sonho.

Muitos profissionais na área da saúde iniciam seus negócios abrindo um consultório próprio, como é o caso da maioria de cirurgiões dentistas com seus consultórios odontológicos.

Assim como qualquer outro negócio, um consultório odontológico presta serviços visando o lucro e assim a sobrevivência do mesmo, no entanto, prestar os serviços profissionais e ainda gerir o próprio empreendimento não é tarefa nada fácil e demanda muito empreendedorismo na veia.

A gestão dos processos para as funções odontológicas não é nada dificultosa, principalmente pela prática e ainda formação dos mesmos. No entanto, os processos financeiros, combustível de todo o negócio, podem se tornar onerosos, e uma falha, pode trazer sérios prejuízos.

Encontrou alguma familiaridade com o seu negócio? Então fique atento que abaixo segue alguns segredos para fazer a melhoria da gestão contábil do seu consultório odontológico e assim, transformar o seu negócio numa empresa de sucesso.

Segredo 01: Organizando as finanças

O primeiro passo para o correto fechamento das movimentações financeiras é a organização e disciplina no armazenamento e confiabilidade das mesmas.

Fique atento a manter a disciplina de guardar todos os comprovantes de gastos relativos ao seu trabalho para não deixar nenhum passar batido sem ser contabilizado.

Segredo 02: Traga a tecnologia aliada ao seu controle financeiro

Atualmente com a crescente inovação tecnológica, cada dia mais cresce o número de equipamentos eletrônicos e de soluções, principalmente financeiras para todos os negócios.

Contar com a tecnologia para controlar as finanças é fundamental para minimizar os erros mais comuns de cálculos, além de minimizar o tempo dos mesmos.

Segredo 02: Faça um controle de recebimentos e recebíveis

Todos os recebimentos, inclusive os recebíveis futuros devem ser controlados e contabilizados. Não descuide dos recebimentos atuais, menos ainda do que tem a receber.

Segredo 03: Não descuide dos controles fiscais

Manter todas as informações contábeis de modo claro e objetivo é importante na hora de prestar contas com a Receita, ainda que sendo um profissional liberal.

Por isso, não descuide dos controles fiscais. Se for o caso, utilize de ferramentas como Auditorias Fiscais Digitais para certificação da veracidade das informações.

Qualquer erro, ainda que pequeno junto à Receita Federal, pode comprometer e muito o seu negócio através das multas geradas pelo mesmo.

Segredo 04: Faça um Planejamento Tributário

Impostos precisam ser pagos.  Isso não é novidade, mas você sabia que há como pagar menos, baseado em um Planejamento Tributário ?

O Planejamento Tributário pode auxiliar na maximização dos lucros gerados pelo seu negócio pelo simples fato de pagar menos impostos.

No entanto, não vacile. Somente um profissional contábil pode trazer informações legais e melhor adequação desse Planejamento para o seu Negócio.

Segredo 05: Conte sempre com um bom profissional contábil

Atualmente, com a crescente demanda de mercado, os escritórios de contabilidade vêm buscando atender a públicos específicos, de modo a maximizar seus resultados, atendendo de acordo com a sua especialização.

Sendo assim, a contabilidade vem de modo estratégico trazer subsídios para uma melhor gestão e controle dos negócios, ampliando os horizontes dos empreendedores através de informações relevantes para as tomadas de decisões.

Deste modo, buscar um profissional contábil competente no mercado é o modo mais estratégico de obtenção de lucros futuros.

Viu só? Não existe dificuldades em empreender, basta colocar em prática esses segredos de sucesso e começar a colher os frutos da sua produtividade financeira.

Bons negócios!