Gestão Empresarial: 4 cursos que todo gestor deve fazer!

Você, como gestor empresarial, sabe mais do que ninguém a importância de uma informação atualizada e constante, não é verdade?

Mas, agora nos responda uma questão:

O quanto você pratica isso em sua vida profissional?

Isso mesmo!

Como você se recicla, amplia sua percepção sobre novas necessidades, agrega valor ao seu trabalho?

Você faz isso?

Cursos para gestores, você já realizou algum?

Pois saiba, que isso pode transformar a sua vida, a sua carreira e assegurar o crescimento dos seus negócios!

Por isso hoje queremos te dar não apenas uma, mas cinco dicas de cursos fantásticos que não podem faltar no seu curriculum.

O que acha, topa?

Pois então, se prepare para agregar ao seu título de gestor empresarial, as qualidades de um grande líder de sucesso!

Acompanhe!

  • Curso de gestão de pessoas

Seja qual for o seu setor, esse curso é ESSENCIAL para sua carreira!

Um gestor eficiente precisa trabalhar em duas pontas:

  • Ter conhecimento sobre sua área de atuação.
  • Ter conhecimento sobre sua equipe e como gerenciá-la.

Logo a gestão de pessoas é a melhor maneira de obter ferramentas para que você trabalhe com diversos perfis e consiga extrair de melhor o que cada um deles tem a oferecer.

Com o curso de gestão de pessoas, você aprenderá técnicas simples e eficientes que irão fazer com seu relacionamento interpessoal e profissional com a sua equipe ganhe consistência e agilidade.

O resultado disso será uma equipe alinhada e produtiva que irão refletir num líder extremamente capacitado para enfrentar qualquer desafio!

  • Curso de comunicação

Lembre-se, a comunicação é a base de tudo, não existe gestão sem ela!

E fazer esse curso irá permitir a você gestor que aprenda uma regra de sucesso dos grandes líderes “ouvir e entender”.

Um curso de comunicação para gestores empresariais, desenvolverá a habilidade de realizar uma conversação clara e eficaz com foco em resultado.

Isso dará a você uma direção de como agir para atingir suas metas empresariais de maneira mais rápida, além de transformar você em um grande coletor de informações relevantes para assim planejar e agir estrategicamente.

  • Curso de gerenciamento de emoções

Esse curso é para melhorar seu desempenho profissional, contudo, pode e deve ser aplicado para toda a sua vida!

Através dele você conseguirá aprender a utilizar a inteligência emocional para obter resultados positivos dentro do trabalho, melhorará seus relacionamentos como um todo e atingirá todas as suas metas.

Esse curso ajudará você a se manter forte e motivado diante de todos os desafios e passará isso para todos à sua volta.

  • Curso de finanças

Essa pode não ser a sua área de atuação, mas se você deseja ser um líder completo, deve realizar o curso de finanças empresariais.

curso de finanças ajudará você a ter uma visão ampla e a capacidade de atuar estrategicamente dentro da organização.

Além de dar uma grande segurança nas tomadas de decisões, uma vez que você entenderá a estrutura financeira da empresa em que atua.

Entenda, um gestor completo precisa desenvolver diversas habilidades e melhorar seu desempenho a cada dia, isso fará dele um grande líder, além de um espelho para sua equipe!

E se precisar de ajuda com a sua contabilidade, não hesite em nos chamar!

Nós podemos te ajudar!

4 Dicas de Contabilidade para Pequenas Empresas

Todo empreendedor que decide abrir uma empresa, tem um objetivo em mente: A Lucratividade do Negócio! No entanto, para que uma empresa seja verdadeiramente lucrativa, é preciso que seus gestores gerenciem suas contas com sucesso. Não é preciso que se tenha qualificação contábil para gerenciar as finanças da uma empresa de forma eficiente. Porém, é preciso que se tenha um excelente sistema de gestão que ofereça soluções eficazes para todos os problemas de gerenciamento de contas de sua empresa. Além do software, é fundamental contar com o apoio de uma assessoria contábil especializada em seu tipo de negócio, para integrar o sistema de gestão e otimizar os processos financeiros de sua empresa.

Converse com seu contador a respeito, de repente ele já trabalhe com algum sistema de gestão integrado e pode lhe oferecer este serviço para que sua contabilidade e seu financeiro estejam totalmente alinhados.

Ao gerir administrativamente uma pequena empresa, pequenos erros financeiros e contábeis, por mais simples que sejam, podem causar sérios problemas ao futuro do empreendimento. Por isso, é muito aconselhável esta integração entre a empresa e sua assessoria contábil, para além de se evitar problemas financeiros que possam comprometer a sustentabilidade do negócio, se possa também, realizar um bom planejamento financeiro e um planejamento tributário, de modo a se reduzir os custos com impostos e melhorar a rentabilidade da empresa.

Por isso, hoje resolvemos compartilhar algumas dicas de contabilidade para pequenas empresas, para que você, como gestor de um pequeno empreendimento corporativo consiga entender os prós e os contras de se ter um bom planejamento financeiro e uma gestão contábil eficiente.

1º Organização é Fundamental

A primeira dica que temos para você é: Mantenha todos os documentos financeiros de sua empresa organizados. Uma atitude simples de organização de todos os seus documentos referente as suas contas a pagar e suas contas a receber, pode gerar uma grande economia de tempo e reduzir consideravelmente as possibilidades de erros humanos que por ventura poderiam acontecer.

2º Você precisa manter seu foco em…

    • Previsões de fluxo de caixa  – A previsão de fluxo de caixa é a previsão das receitas e despesas mensais de sua empresa e é usada para identificar possíveis falta de liquidez para se cumprir com os compromissos financeiros do negócio.
    • Percentuais de lucro  – Os valores recebidos pelas vendas de seus produtos ou serviços, menos os custos fixos e variáveis para produção dos produtos ou serviços vendidos, é igual ao percentual de lucro de sua empresa.
    • Ponto de equilíbrio  – O ponto de equilíbrio de um negócio é quando o rendimento total é igual às suas despesas. Uma vez alcançado o seu ponto de equilíbrio, você está pronto para começar a ter lucro.

Os três aspectos acima são importantes indicadores de gestão financeira para o seu negócio. Eles também fornecem feedback sobre o desempenho atual e o futuro provável de sua empresa.

Tente manter uma rotina eficiente de controle em seu estoque e verifique se a quantidade de itens registrados no sistema é a mesma que consta fisicamente armazenada.

3º Mantenha uma rotina semanal de revisão contábil/financeira

Manter uma rotina semanal de controle e revisão em seu fluxo de caixa resultará em um processo contábil suave ao final de cada mês, para que assim, se consiga gerar relatórios com dados financeiros precisos para que os gestores possam tomar as melhores e mais assertivas decisões para o bem do negócio.

4º A utilização do sistema de gestão é fundamental

Não basta apenas ter uma pessoa competente para administrar o financeiro de uma empresa. O sucesso empresarial depende de uma série de fatores, isto é, ter uma pessoa competente, um excelente sistema de gestão integrado à sua assessoria contábil e o acompanhamento e monitoramento de seu contador para que todos os processos estejam muito bem alinhados. A utilização de um sistema de gestão é fundamental para a organização e fidelização dos dados e processos, pois, caso você troque de funcionário por qualquer motivo, outro colaborador possa ser facilmente treinado e assim, continuar o mesmo processo padrão que o anterior.

Conclusão

Um bom sistema de gestão pode simplificar, automatizar e acelerar muitas das tarefas que você executa em sua pequena empresa no todos os dias. Mas, o uso da tecnologia para ajudar na gestão de sua empresa pode fazer mais do que isso. Ao implementar  um bom sistema de gestão, customizá-lo de forma adequada às suas necessidade e integrá-lo aos sistemas contábeis de sua assessoria contábil contratada, você poderá transformar esse processo financeiro/contábil tecnológico em um dos pontos mais fortes da sua gestão empresarial, permitindo que sua gestão seja mais eficiente, mais produtiva e mais sensível às necessidades reais de seu negócio e de seus clientes.

Esperamos que estas dicas de contabilidade para pequenas empresas o ajudem na gestão financeira de seu negócio! Se precisar de auxílio e mais informações sobre como implantar um sistema de gestão eficiente em sua empresa e integrá-lo ao sistema contábil de seu contador, entre em contato com sua assessoria contábil contratada, pois com certeza, eles poderão lhe ajudar e lhe apoiar em todos estes processos.

Se ainda tiver dúvidas, compartilhe as mesmas nos comentários abaixo. Teremos um imenso prazer em interagir com você!

Até a próxima!

3 PASSOS SIMPLES PARA MELHORAR O FLUXO DE CAIXA DE SUA EMPRESA

Empreendedores e donos de empresas sabem que ter um fluxo de caixa estável é fundamental para a sobrevivência da empresa em longo prazo. Quando os donos de quaisquer tipos de negócios precisam se esforçar para cobrar os seus recebíveis, com certeza os mesmos terão menos dinheiro disponível para gerenciar suas operações, pagar os funcionários ou cuidar de outras despesas variáveis ou não da empresa.

Embora os problemas de cobrança sejam comuns para as pequenas empresas, desenvolver algumas estratégias simples, de modo a fortalecer as políticas comerciais, rotinas e tecnologias de suas contas a receber pode ter um impacto dramático na redução dos atrasos nos pagamentos e até mesmo nos índices de inadimplência.

Por isso, neste artigo preparamos três estratégias simples para ajudá-lo a melhorar o fluxo de caixa de sua empresa e receber suas faturas de seus clientes de uma forma mais rápida e fácil:

  1. USE A TECNOLOGIA  A SEU FAVOR

Mesmo em uma era digital, recheada de opções tecnológicas e dispositivos móveis, é de se surpreender  ao saber quantas empresas ainda enviam suas faturas por correio ou emitem carnês de pagamentos.  É preciso que se modifique este processo de cobrança urgente, substituindo por meios de cobrança eletrônicos. A entrega eletrônica de suas faturas permite recursos como, dados de rastreamento para saber se se seu cliente abriu seu e-mail  e visualizou a fatura, além de permitir, dependendo da tecnologia que você utilizar, que seus clientes vejam seu status de contas a pagar em tempo real. Com o uso da tecnologia, cada vez menos os clientes encontrarão desculpas para afirmar que “não receberam uma conta”.

Fazer uso da tecnologia e enviar lembretes de pagamento via e-mail, whatsapp ou sms também são ótimas maneiras de garantir que as notificações sejam enviadas ao cliente e a “cobrança seja feita” sem que o proprietário da empresa seja visto como o “cara mau” que persegue o cliente por conta de um pagamento.

  1. FACILITE A VIDA DE SEUS CLIENTES

Se você enviar  os boletos de pagamento via e-mail, certifique-se de incluir instruções claras junto a um link “clicável” de modo a permitir pagamentos imediatos com apenas alguns cliques curtos. Você também pode ativar esses serviços utilizando aplicativos para dispositivos móveis ou através de uma área do cliente segura em seu site.

Ao invés de você forçar seus clientes a cumprir etapas manuais como, preencher e assinar um cheque, colocá-lo em um envelope, e enviá-lo por Sedex para sua empresa, você pode facilitar a vida deles modernizando o seu sistema de cobranças. Seus clientes irão ficar muito satisfeitos se você facilitar suas vidas fornecendo uma variedade de métodos rápidos e fáceis de pagamentos para eles.

  1. TRABALHE COM A TECNOLOGIA CERTA PARA O SEU NEGÓCIO

Com a tecnologia correta para o seu negócio, gerenciar o seu fluxo de caixa torna-se um fardo a mesmo para você carregar.

Existem sistemas de gestão para pequenas e médias empresas formidáveis no mercado. Estes sistemas facilitam o envio de suas faturas, programam pagamentos recorrentes, configuram lembretes automáticos sobre pré-pagamento, do tipo: “Sua Fatura vence amanhã” e também para os pagamentos atrasados, fazem conciliação bancária automática e o principal, integram e sincronizam os dados com os sistemas usados pelo seu contador, o que otimiza e muito o processo de envio de notas fiscais e apuração dos seus impostos, por exemplo.

Informe-se com seu contador sobre qual o sistema que ele indica para que você faça a gestão de seu fluxo de caixa (contas a pagar e contas a receber) e também que otimize a integração entre sua empresa e sua contabilidade. Com certeza, o seu contador irá te indicar uma ferramenta que lhe ofereça funcionalidade, segurança, facilidade de uso, classificações de terceiros e integração com o sistema de sua empresa contábil.

MENOS TEMPO GERENCIANDO COBRANÇAS, MAIS TEMPO DEDICADO AOS CLIENTES

Ao simplificar o processo de cobrança de sua empresa – oferecendo opções de pagamento para os clientes simples e fáceis de usar e aproveitando-se de ferramentas digitais – você pode aperfeiçoar os processos administrativos de sua empresa, deixando os seus problemas como, inadimplência e cobrança lá no passado. Explore suas opções, descubra qual a tecnologia que melhor se adequa ao seu tipo de negócio e mantenha-se focado nas estratégias para aumentar o nível de satisfação dos seus clientes e no crescimento de sua empresa.

Conforme já dissemos acima, entre em contato com seu contador hoje mesmo e lhe peça apoio e orientações para ajudar a melhorar o processo de recebimento e cobrança de sua empresa. Faça isso para que você possa se preocupar menos com cobranças e se concentre mais em encantar seus clientes.

Até a próxima!

Plano de marketing para consultórios médicos: todos os fatos que você precisa saber

Como qualquer outro tipo de empresa, o marketing para consultórios médicos precisa ter um bom planejamento, já que o profissional ou profissionais que ali trabalham dependem também de divulgação dos serviços de saúde prestados para serem conhecidos e procurados pelos clientes.

O marketing para consultórios médicos terá, no planejamento, a base para todas as ações a serem realizadas para buscar crescimento e para se tornar conhecido no mercado.

O plano de marketing não é nada mais do que um planejamento das ações de marketing para consultórios médicos, procurando alcançar seus objetivos e conseguir aumentar o número de clientes e sua fidelização, aumentando também seu faturamento.

Desta forma, o plano de marketing deve ser visto como mais uma ferramenta de gestão para o consultório médico, que irá se tornar mais visto, mais lembrado e mais competitivo na área da saúde em que estiver inserido.

Como fazer o plano de marketing para consultório médico

No desenvolvimento do plano de marketing para consultórios médicos é preciso ter em mente o mercado de atuação e atender as regras do código de ética médico elaborado pela CFM – Conselho Federal de Medicina.

Todas as decisões tomadas no plano de marketing irão influenciar as campanhas a serem feitas e as atitudes tomadas para divulgar o consultório médico, e devem ser condizentes com o posicionamento do consultório médico na área de saúde.

De uma maneira básica, é preciso conhecer a área de saúde da região e analisar a participação do consultório nesse meio, tomando atitudes para aumentar a participação, fazendo do plano de marketing para consultórios médicos um guia para o futuro da empresa.

A criação e o desenvolvimento de um bom plano de marketing para consultórios médicos dependem do conhecimento de um especialista em marketing, já que se trata de uma área muito ampla e com inúmeras técnicas que podem ser aplicadas. Como se trata de um campo específico, o de saúde, o especialista poderá direcionar melhor as campanhas, atendendo as determinações do código de ética médico.

O plano de marketing deve representar o posicionamento do consultório médico, estando de acordo com a visão, a missão, os valores e os objetivos, tornando-se a vitrine, por assim dizer, do consultório médico, como se fosse uma amostra dos serviços prestados pelos profissionais.

O investimento deve ser feito criteriosamente, necessitando de um responsável pelo marketing, já que se trata de um passo importante para o consultório e para os profissionais que ali trabalham.

O profissional de marketing responsável pelo plano de marketing para consultórios médicos deve fazer o acompanhamento de tudo o que foi elaborado e das campanhas que serão realizadas, para que não apresentem erros ou divergências com relação às determinações do CFM e para que as campanhas resultem de forma positiva para o aumento de clientes.

Desde seu início, o plano de marketing deve ser registrado, com todas as ações anotadas, gerando um histórico para o consultório médico que, assim, poderá saber o que deu certo e o que precisa ser mudado.

Plano de marketing para consultórios médicos: valorizando os profissionais e a empresa

Mesmo que seja um consultório pequeno, um bom plano de marketing sempre valoriza o empreendimento. O plano de marketing para consultórios médicos vai auxiliar também no controle de custos e no registro de todas as ações que possam aumentar o número de clientes.

O plano de marketing não é obrigatoriamente um calhamaço de papéis, ou seja, não tem necessidade de ser um documento muito extenso. O que é preciso é que todas as ações sejam planejadas e anotadas para verificar o seu resultado.

Portanto, muito embora o profissional médico possa até ter certos conhecimentos de marketing, é importante contratar um especialista para a elaboração do plano.

Ações para a montagem do plano de marketing para consultórios médicos

A seguir, vamos conversar sobre as principais ações necessárias para a montagem de um plano de marketing para consultórios médicos:

  • Analisando o ambiente para fazer o marketing

A primeira das ações é fazer uma avaliação de como está o consultório médico e dos fatores internos e externos que podem influenciar suas atividades, além de conhecer bem o segmento de saúde e saber quais são as capacidades do consultório.

É importante colocar no papel as forças e fraquezas do consultório e o capital que será investido nas ações de marketing para que ele tenha sustentabilidade.

  • Conhecendo o público-alvo

O plano de marketing para consultórios médicos deve ser direcionado para o seu público-alvo, para a especialidade em que ele atua. Nessa parte do plano, é preciso analisar o mercado, verificando a demanda, o potencial e a taxa de crescimento da população, além do percentual dessa população que normalmente procura os consultórios médicos.

  • Conhecendo os concorrentes

Embora não seja tão ético falar em concorrência no setor de saúde, é certo que ela existe. Por isso, é importante avaliar quantas clínicas e consultórios médicos existem na cidade e na região voltados para a mesma área de saúde do consultório médico e conhecer um pouco mais sobre sua atuação entre os clientes.

  • Definindo ações e estratégias

Aqui vamos trabalhar com o objetivo do plano de marketing para consultórios médicos. O consultório vai procurar convênios com empresas ou com planos de saúde ou vai direto atrás de clientes? Para definir as ações é importante saber de onde está saindo o maior faturamento e avaliar onde é possível melhorar, dentro da capacidade de atendimento dos profissionais.

As ações devem ser voltadas tanto para a internet quanto para o marketing tradicional e isso será definido de acordo com os objetivos.

  • Montando um cronograma

Cada ação ou campanha do plano de marketing para consultórios médicos deve ter uma duração, com a posterior avaliação dos resultados e as mudanças necessárias para a próxima. Fazendo o registro de tudo o que ocorre em cada campanha torna-se mais fácil encaminhar a seguinte. É importante ter em mente que um plano de marketing deve ser continuado, sempre revisado e atualizado para que possa trazer resultados efetivos.

Conclusão

A qualidade da implementação de um plano de marketing para consultórios médicos é de fato tão importante quanto a qualidade do planejamento em si para que se tenha realmente chances de um resultado bem-sucedido.

Enquanto a fórmula do sucesso aqui possa não corresponder exatamente à citação de Thomas Edison que diz:  “Ser um Gênio é 1% de inspiração e 99% de transpiração”, é claro que a implementação eficaz de um plano de marketing bem concebido para consultórios médicos é pelo menos metade da batalha. Diferenças dramáticas no resultado de estratégias e planos de marketing semelhantes ou idênticos, executados em situações semelhantes ou idênticas, reforçam esta realidade.

Por isso, consulte profissionais especializados em marketing para divulgar seu consultório médico, pois estes profissionais são capazes de montar a melhor estratégia de marketing para o seu negócio e são capazes de implementar tais estratégias de forma eficiente, de modo a garantir os resultados tão almejados.

Até a próxima!

Como anda a contabilidade do seu consultório odontológico?

Seu consultório odontológico está crescendo de forma rápida, isto é sensacional! Agora, imagine… ao invés de isso te deixar tranquilo, porque está finalmente tendo sucesso em seu empreendimento, você começar a perder o sono por causa de problemas em seu fluxo de caixa? Você já pensou sobre como anda a contabilidade do seu consultório odontológico?

Alguns erros simples de escrituração podem causar um efeito cascata que resultará em graves problemas financeiros para sua clínica. Sabemos que você é um especialista em seu ofício, e quando falamos em tratamento odontológico, ninguém melhor do que você sabe como tratar a dentição de seus pacientes para que tenham uma excelente saúde bucal. No entanto, para que você possa realmente ter tranquilidade para exercer a sua especialidade, você precisa do apoio de especialistas em contabilidade para manter uma Gestão Contábil precisa de seu consultório odontológico, o que vai lhe permitir compreender a verdadeira saúde financeira de seus negócios.

A contabilidade do seu consultório odontológico requer uma compreensão da prática no que se refere à fluxo de caixa, escrituração contábil, gestão financeira, planejamento tributário, etc .

Por isso, fazer a contabilidade do consultório odontológico é primordial, pois é ela quem poderá equilibrar as entradas e saídas de recursos em seu negócio. Mas, e aí… como anda a sua contabilidade?

Conheça algumas vantagens que você terá ao cuidar da contabilidade para o seu consultório odontológico

Despesas fixas e variáveis

A regra mais importante aqui, tem a ver com o equilíbrio das despesas fixas e variáveis. Ou seja, tudo o que for do consultório deve permanecer na conta do estabelecimento. O seu consultório odontológico, naturalmente, possui despesas com funcionários, materiais, equipamentos, impostos, e até mesmo com a sua remuneração. Portanto, saber mensurar todas essas despesas é essencial para identificar os custos fixos e os variáveis.

E o que seriam os custos fixos?

  • Aluguel.
  • Telefone.
  • Salários.
  • Energia.
  • Água.
  • Impostos.
  • Condomínio.
  • Etc.

E o que são os custos variáveis?

  • Compra de materiais.
  • Manutenção de equipamentos.
  • Etc.

Gestão tributária e sua importância para a contabilidade do consultório odontológico

Se o dentista repassar todos os valores ao contador, poderá ter uma gestão tributária efetiva e adequada.

E como o consultório pode prosperar com essas ações?

O maior problema dos dentistas tem a ver com não estar atento ou não ter um acompanhamento adequado de todas essas despesas de seu consultório odontológico. Justamente, a gestão tributária estará para apoiar o empresário com o melhor regime de tributação, para que assim você possa economizar no pagamento de impostos e não gastar nada a mais que o valor necessário.

E como o contador pode ajudar?

Planejamento Tributário é o termo mais apropriado para elucidar o trabalho do contador. Este profissional será como uma bússola, posicionando o dentista empreendedor sobre as informações de sua empresa, evidenciando assim, sua situação financeira e econômica. Não basta apenas fazer a apuração de impostos e gerar guias de recolhimento, o contador deve possuir um papel-chave na construção na rotina de gestão de tributos, de modo a facilitar a vida do empreendedor do negócio.

A legislação tributária brasileira é complexa e o contador a conhece muito bem, por isso deve conscientizar seu cliente sobre as possibilidades, direitos e regras de nível tributário e contábil que ele deve seguir e pagar.

Portanto, quando você possui um suporte adequado na contabilidade para o seu consultório odontológico, consegue consequentemente, ter tomadas de decisões mais assertivas, conhecendo as vantagens e desvantagens de optar por cada caminho, expansão e atendimento.

É bem verdade que o Fisco é voraz e não perdoa. Portanto, uma tática para se manter seguro e não colocar o negócio no prejuízo, é justamente ter uma gestão tributária eficiente e assertiva. E isso se faz cuidando com carinho e atenção da contabilidade do seu consultório odontológico.

Além de todas essas ações, é preciso também estar atento a:

Onde o dinheiro está sendo desperdiçado?

Muitas vezes, o dentista empreendedor não percebe, mas está tendo gastos desnecessários na gestão de sua clínica. Com a ajuda de um contador , você  poderá verificar onde está se excedendo, e assim ficará mais fácil para poupar e minimizar os desperdícios, que são tão prejudiciais à saúde do negócio.

A contabilidade do seu consultório odontológico pode não estar sendo efetiva

Será que você não está deixando passar nada? Será que incluiu tudo nas planilhas?

Com tantas responsabilidades e demandas, controlar e gerir tudo sozinho dá trabalho e exigirá muito esforço mental. Para calcular é preciso estar bem, do contrário, você não terá informações reais e consistentes, porque se equivocou, se sobrecarregou de responsabilidades e se perdeu na contabilidade de seu consultório odontológico. Por isso ter uma assessoria contábil é tão vital para o êxito de sua gestão.

Planejamento é fundamental

O sucesso das finanças e da contabilidade do seu consultório odontológico dependerá de um planejamento e também da conscientização dos gastos.

Sem o apoio de uma assessoria contábil, empreender fica complicado, já que para ficar tranquilo com as demandas, não é somente exigido equilíbrio físico, mas também mental.

Tendo então, esta consciência de que a contabilidade de seu consultório odontológico está sendo bem executada, fica mais fácil gerir, atuar, atender bem e prosperar, não é mesmo?!

E então, percebeu as vantagens de de você cuidar bem da contabilidade do seu consultório odontológico?

Até breve!

contabilidade do seu consultório odontológico, Consultório Odontológico, Gestão Contábil, Planejamento Tributário, gestão,