Impostos para engenheiros e arquitetos. É possível reduzir?

É impossível não sentir o impacto que os impostos causam no nosso bolso todos os dias. O Brasil é o segundo país mais cobrador de tributos da América Latina, perdendo apenas para Cuba. Em 2017, a carga tributária nacional chegou a 32,4% do PIB, conforme dados da Receita Federal. Diante desse cenário, tornar e manter seu empreendimento um sucesso vai além de ser bom nesse mercado que já está saturado há tempos. É necessário ter um planejamento tributário especializado que entenda o seu negócio e que busque soluções realmente eficientes para você economizar e lucrar mais.

Pensando nisso, a Proativa Consultoria Contábil reuniu algumas dicas direcionadas para Engenheiros e Arquitetos que buscam uma ajuda especializada para reduzir o volume de impostos de sua empresa, sem entrar em desacordo com a lei.

 

  • Aposte em ajuda especializada
    Já falamos acima, mas é importante reforçar que uma consultoria especializada faz toda diferença. Uma equipe contábil que conhece a realidade do seu negócio é capaz de encontrar soluções com mais eficiência. Empresas de Engenharia e Arquitetura fazem parte de um nicho muito específico, e podem ter oportunidades de redução de impostos que empresas contábeis não especializadas não consigam identificar. Procure a ajuda correta e torne seu negócio ainda mais rentável!

    Escolha o regime tributário correto
    Determinar o regime tributário da sua empresa, muitas vezes, não é uma tarefa fácil. Essa é uma escolha que deve ser tomada diante de uma análise do seu negócio, assim você garante que tudo está dentro da lei e que você não está pagando mais impostos que o necessário. Existem três tipos de regime: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido. Eles se diferenciam, basicamente, pelo limite de faturamento. Caso você tenha dúvidas na hora de escolher o regime tributário da sua empresa, falamos novamente, procure uma ajuda especializada e evite perdas de dinheiro e de tempo!

    Aproveite os incentivos fiscais
    Investir em uma consultoria especializada permite que profissionais estudem com você possibilidades reais de encontrar incentivos fiscais para o seu negócio. Essa é uma saída para utilizar a lei ao seu favor e aproveitar os recursos que seriam destinados ao pagamento de impostos para investir na sua empresa, como na compra de recursos materiais, softwares de gerenciamento ou treinamentos para colaboradores.

    Tudo isso faz parte do planejamento
    Quem planeja, tem mais chances de tornar seu empreendimento bem-sucedido. Não cansamos de dizer isso aqui porque há muitos anos a Proativa Consultoria Contábil atua no mercado auxiliando empresas a alavancarem seus rendimentos. Existem diferentes tipos de planejamento tributário e você pode conhecê-los clicando aqui.

 

Respondendo à pergunta do título: é possível reduzir a carga tributária da sua empresa de engenharia ou arquitetura a partir de um estudo personalizado do seu negócio. Para isso, conte sempre com a qualidade técnica e atendimento diferenciado da Proativa! Entre em contato conosco e previna, corrija ou impulsione seu planejamento tributário!

Gestão Empresarial – como identificar problemas e desenvolver solução

Se existe um tema desafiador para o empresário é falar da gestão empresarial. Ainda que haja um cuidado meticuloso por parte do gestor, os desafios não deixam de aparecer, e é preciso saber como lidar com eles.

O desafio da gestão empresarial moderna é se adaptar ao que os clientes precisam.

Veja: imagine que Milena, uma empreendedora de 48 anos, relativamente jovem, possui sua empresa há 20 anos. Nessas duas décadas de trabalho, seu modelo de negócios pouco mudou. Para Milena, isso não era um problema, até que…

Quando os problemas da Gestão Empresarial começam a ficar evidentes

Milena notou que certos perfis de clientes começaram a apresentar certas reclamações em relação aos serviços prestados e produtos ofertados pela sua empresa. Acontece que essas reclamações não falavam necessariamente da qualidade do que era fornecido pela empresa, mas sim alguns detalhes pontuais como “é bom, mas poderia ser melhor se…”, e é esse “SE” que começou a deixar Milena com os cabelos de pé.

  • A maioria das reclamações tratava de assuntos como:
  • Acessibilidade para os serviços;
  • Disponibilidade para atendimento em horários alternativos;
  • Meios de contato alternativos, tais como aplicativos de mensagens;

Então Milena percebeu que o problema real não estava na qualidade dos serviços ofertados, dos produtos vendidos, nem mesmo dos profissionais contratados. Tratava-se de uma questão interna – o modelo de negócios da sua empresa, que não muda há 20 anos.

Mas, o que motivou Milena a mudar seu modelo de negócios? Ela percebeu que poderia perder clientes, e resolveu escutá-los antes que fosse tarde demais!

Como você pode resolver seus problemas de Gestão Empresarial?

Existe uma solução, e você não precisa de muito para alcançá-la!

O primeiro passo é reconhecer que existe um problema. E, muitas vezes, isso só acontecerá quando você escutar os seus clientes. Por isso, fique sempre atento a:

  • Avaliações do Cliente no pós-venda;
  • Expectativas que antecedem a compra;
  • Como a concorrência se comporta;
  • O que as clientes da concorrência pensam dos serviços e produtos que adquirem.

Ao adotar medidas de estreitar o seu relacionamento com os clientes e ampliar o contato com eles, você descobre detalhes sobre a sua gestão que antes passariam despercebidos. E o mesmo vale para os seus colaboradores, todos podem contribuir com o seu trabalho e com o aprimoramento do seu negócio.

Dúvidas? Entre em contato conosco!

Sucesso e até breve.

Ponto de Equilíbrio Empresarial: Sua empresa já atingiu esta meta?

O ponto de equilíbrio é uma variável que apresenta extrema importância para ser usada no processo de gestão empresarial. Ele vai muito além do simples conhecimento do nível de vendas a ser alcançado por uma empresa para evitar prejuízos em períodos em que não há lucro.

Ele é um direcionamento para:

  • Metas de vendas;
  • Ampliação;
  • Redução da capacidade produtiva;
  • Dentre outros itens.

Quer saber mais sobre isso? Você sabe responder se a sua empresa já atingiu essa meta?

Continue lendo e descubra!

O que é o Ponto de Equilíbrio?

O Ponto de Equilíbrio (PE ou Break Even Point, em inglês) é o ponto de igualdade financeira que ocorre entre as despesas e as receitas totais avaliadas em um mesmo período.

É por meio desse ponto que você vai conseguirá saber qual deve ser seu faturamento mínimo mensal necessário para realizar a cobertura dos seus gastos fixos e variáveis. Esse número é o que determinará qual será a quantidade de vendas a ser alcançada, culminando na obtenção de lucro.

Existem algumas variações do cálculo para deixar o indicador mais coerente com o objetivo da empresa, veja quais são os três principais!

Método Contábil

Esse é o método mais disseminado e conhecido do cálculo. Nele, o cálculo precisa considerar que a relação receitas menos despesas deve ser igual a zero (receitas-despesas=0).

Método Financeiro

No Ponto de Equilíbrio Financeiro ou de Caixa, são retiradas todas as despesas e receitas que não representam desembolso ou entrada, fazendo com que o indicador fique compatível com o orçamento da empresa.

Método Econômico

No Ponto de Equilíbrio Econômico, é considerado o custo de oportunidade do dinheiro que é aplicado. Assim, é possível ter uma visão do lucro mínimo aceitável pelo empreendedor, sabendo sempre que ele aplicou os seus recursos no negócio.

Como calcular o ponto de equilíbrio da empresa?

Provavelmente você já viu muitos empreendimentos fechando as portas bem antes de completarem um ano de existência, não é mesmo? Segundo dados da InfoMoney, um terço das empresas fecha em dois anos no Brasil.

Entre alguns dos fatores que, infelizmente, fazem com que isso aconteça, está o desconhecimento do empresário sobre alguns elementos básicos. Um desses elementos  é o Ponto de Equilíbrio (PE), que pode ser resumido ao faturamento mensal mínimo que a empresa precisa ter para cobrir os custos fixos e variáveis.

Além disso, o Ponto de Equilíbrio serve como um indicador que auxilia o empresário na hora de definir o nível de produção ideal realizado pela empresa, conforme os termos de quantidade e de valor.

Se a empresa se encontrar em um nível abaixo deste ponto, então ela se encaixa em uma área de prejuízo e, no oposto disso, na zona da lucratividade. Sem ser capaz de compreender o cálculo do ponto de equilíbrio de uma empresa, o negócio seguirá rumo a falência.

Entenda a fórmula do Ponto de Equilíbrio

Antes de entender como realmente funciona a fórmula do Ponto de Equilíbrio, precisamos conhecer pequenos conceitos. Entre eles, podemos citar:

  • Custos fixos;
  • Custos variáveis;
  • Margem de contribuição.

Os custos fixos são aqueles que não sofrem alterações causadas pelas variações que acontecem na produção da empresa. Podemos citar como esses custos:

  • Aluguel;
  • Limpeza;
  • Seguros;
  • Entre outros.

Já os custos variáveis são aqueles que variam conforme o nível de produção, como, por exemplo:

  • Matéria-prima;
  • Mão de obra;
  • Entre outros.

Enquanto isso, a margem de contribuição é o valor que cada unidade produzida gera para pagar os custos fixos. Com esses conceitos em mente, é possível fazer o cálculo do ponto de equilíbrio por unidades vendidas e o PE por faturamento.

Se você busca soluções contábeis, oferecemos serviços adequados de acordo com o seu perfil. Entre em contato conosco!

5 razões para o empreendedor contratar um contador especializado em pequenas empresas.

Como contar com o contador certo pode ajudar a melhorar o seu desempenho nos negócios

Começar seu próprio negócio pode parecer uma tarefa assustadora. Você sabe que tem uma grande ideia, então, você decide contar para alguns amigos e colegas de trabalho,  que prontamente lhe dão “aquele” baita incentivo e dizem que você vai faturar milhões de reais com sua ideia inovadora. Sensacional! Alguns, até se candidatam à serem seus funcionários… Enfim, seu negócio realmente será um sucesso e isso, a priori, pode realmente ser assustador!

Então, você adquire a confiança necessária para dar esse grande passo, toma uma “atitude de fé” e finalmente… Abre sua empresa!.

Uau… Você é um empresário de sucesso agora!!! Mas… Ninguém lhe disse que você estaria assumindo uma posição ingrata, com dias de trabalho de 16 a 20 horas, e que as tarefas mais importantes, para fazer o negócio realmente funcionar teriam que ser executadas você. Nossa! Que dura realidade empreender hein amigo!

Bem vindo ao mundo real dos negócios de sucesso!

Agora… Você pode continuar nessa rotina diária estressante, onde tudo em sua empresa depende de você, ou pode contar com a ajuda de um profissional, que hoje é indispensável para o sucesso de qualquer tipo de negócio, principalmente os negócios que estão iniciando suas atividades num mercado corporativo tão competitivo.

Você saberia responder de bate pronto quem é este profissional, que pode mudar o rumo dos seus negócios para uma trilha de sucesso?

Nós respondemos esta pergunta para você: Este profissional é O contador!

Estudos mostram que as pequenas empresas que realmente conseguem se estabelecer e ter sucesso no mundo dos negócios, contam com o apoio de empresas contábeis especializadas em seus nichos de atuação.

Antigamente, o contador era visto pelos empreendedores como um “mal necessário” aos negócios, pois os mesmos entendiam que dependiam do contador apenas para cuidar da parte burocrática de abertura da empresa e também do pagamento dos impostos.

Hoje, o contador é visto como um dos maiores aliados na estratégia empresarial, pois os mesmos atuam como consultores de negócios, dando o apoio necessário à montagem do planejamento empresarial, estruturação do planejamento financeiro, e também são cruciais no planejamento tributário, que é um dos maiores fatores que podem levar uma empresa a ser competitiva em seu mercado e lucrativa para seus investidores.

Portanto, você que esta começando uma pequena empresa, precisa urgentemente contar com ajuda de profissionais especializados em planejamento e gestão de negócios de sucesso, e as mais bem sucedidas estratégias de negócios na atualidade, começam com a contratação de um contador especializado em pequenas empresas, principalmente aqueles que se dedicam a conhecer a fundo os nichos de atuação específicos de cada cliente.  A experiência desses profissionais é indispensável para uma gestão financeira eficaz do empreendimento.

Por este motivo, entendemos a necessidade que as pequenas empresas têm em deixar seus gestores ou donos livres para vender seus produtos e serviços e planejarem o crescimento sustentável do negócio. Logo, contar com a ajuda e orientação na condução assertiva da empresa, tornou-se ainda mais importante. E isso quer dizer que você, como empreendedor,  precisa não apenas de um contador, mas de um contador especializado em seu mercado de atuação, um contador especializado em pequenas empresas.

Dito isto, preparamos 5 razões para você, como dono de uma pequena empresa, contratar um contador especializado em pequenas empresas.

Vamos à elas?

  • O contador especializado em pequenas empresaspode oferecer um pacote completo de serviços para pequenos negócios

Um contador especializado em pequenas empresas, não é mais apenas um contador… Ele não é apenas uma pessoa especializada em procedimentos contábeis, mas ele é um profissional que têm uma profundidade de conhecimento, experiência e compreensão das reais necessidades das pequenas empresas e podem dar o apoio de que necessitam em vários aspectos do negócio.  Hoje, o contador especializado em pequenas empresas, pode muito bem ser referido como um “consultor de negócios confiável”. Um verdadeiro aliado do Empreendedor!

  1. O contador especializado em pequenas empresas – entende a natureza de uma microempresa ou empresa de pequeno porte

As pequenas empresas são muito diferentes em termos da assistência e assessoria necessárias – Por exemplo: a natureza das suas atividades de trabalho, as fontes limitadas de ativos e recursos financeiros disponíveis e como o negócio é gerido, terá um impacto muito relevante sobre as oportunidades futuras.

Pequenas empresas, que contam com o auxílio e o apoio de um contador especializado em pequenas empresas, possui uma riqueza de opções e expertise necessárias para lidar com problemas específicos, pois pode, por sua vez, fornecer dados relevantes e conselhos baseados nesses dados para as tomadas das decisões mais importantes e relevantes ao crescimento futuro da empresa.

O contador especializado em pequenas empresas, é capaz de ter acesso a recursos e oferecer toda a ajuda necessária ao empreendedor, pois tem um excelente networking, o que pode com certeza gerar uma série de opções de ajuda indispensáveis ao bom andamento do negócio.

  1. O contador especializado em pequenas empresas – têm um conjunto de habilidades focadas nos pequenos negócios

Usando sua experiência e apurado conhecimento, o contador especializado em pequenas empresas, possui um conjunto de habilidades diferenciadas para apoiar, orientar e aconselhar os seus clientes, donos de pequenas empresas, que não só irá melhorar a gestão financeira das suas empresas de modo a gerar crescimento, mas também impedir que elas caiam em desgraça com o Fisco em caso de incoerência nas informações enviadas ao mesmo, o que poderia resultar em multas punitivas, resultando até na falência do negócio.

  1. O contador especializado em pequenas empresas – têm total interesse no reforço da estabilidade e rentabilidade do setor das pequenas empresas

As pequenas empresas são a força vital da economia do país, além de serem maioria absoluta dos negócios formais do Brasil.  – com um volume de negócios que representa em torno de 27% de todo o Produto Interno Bruto (PIB).

Porém, o que suprime o crescimento das pequenas empresas é a burocracia legal e a alta taxa tributária. Mas, o contador especializado em pequenas empresas pode levantar estas questões, fazendo o planejamento tributário e fiscal, criando um plano orçamentário e fornecendo dados fundamentais para a gestão empresarial.

  1. O contador especializado em pequenas empresas – é recomendado por donos de Pequenas Empresas, por se tornarem Grandes Negócios!

Pesquisas realizadas com donos de pequenas empresas de sucesso revelam que:

“O contador especializado em pequenas empresas, parece entender as necessidades reais dos pequenos negócios. Ele lida com muita destreza com as finanças do empreendimento e com os assuntos fiscais, além de ajudar com o planejamento do negócio, com o marketing, e também  aconselha ao empreendedor, baseado em sua expertise e em dados reais, sobre qual direção o mesmo deve tomar”. Alguns empreendedores dizem: “Eu e meu negócio estaríamos perdidos sem ele “

E então, agora você entendeu o porquê da sua grande ideia em se tornar um empreendedor, precisa do apoio de um contador especializado em pequenas empresas para ter sucesso?

Pense nisso, e contrate agora mesmo um contador especializado em pequenas empresas!

Seja muito bem vindo ao mundo dos negócios e muito boa sorte!

Até muito breve!

Como empreendedor você vai gostar de ler: