POR QUE A GESTÃO FINANCEIRA É TÃO IMPORTANTE PARA OS NEGÓCIOS?

A Gestão Financeira de uma empresa abrange mais do que manter um conjunto preciso de livros e balanceamento da conta corrente de seu negócio. Você deve gerenciar suas finanças para que você não gaste desnecessariamente e assim continue preparado para todas as despesas fixas e variáveis de seu empreendimento, bem como para distribuir os lucros entre os sócios.

Suas responsabilidades de gerenciamento financeiro afetam todos os aspectos do seu negócio. Uma empresa que vende bem, mas tem má gestão financeira pode falhar. Isto é um fato mais comum do que a maioria dos empreendedores imaginam.

Por isso neste artigo vamos falar sobre a importância da gestão financeira para os negócios.

Investimentos

Você pode comprar ativos para gerar renda. Porém, todas as suas avaliações financeiras sobre os custos deste ativo para o seu fluxo de caixa devem equilibrar a quantidade de renda que tal ativo vai produzir em relação ao montante que o mesmo vai custar. Se você gerenciar seu fluxo de despesas de capital de forma eficaz, você não irá sobrecarregar sua empresa, emprestando muito para os ativos que não fornecem renda suficiente para justificar a despesa.

Fluxo de Caixa Operacional

Você deve gerenciar seu fluxo de caixa para que sua empresa sempre tenha o suficiente em mãos para pagar despesas fixas, tais como, aluguel, utilitários, telefone, luz e água, folha de pagamento e suprimentos. Isso significa que você deve olhar para os meses futuros e observar quando você receberá suas faturas de vendas e comparar isso com as datas de vencimento de suas contas a pagar.

Você pode gerenciar seu fluxo de caixa encurtando a quantidade de tempo que você dá aos clientes para lhe pagar e renegociando as datas de vencimento com os fornecedores. Se você deixar de gerenciar o fluxo de caixa de forma eficaz, você pode não ser capaz de pagar as despesas e manter sua empresa operando.

Redução das Despesas

Uma das suas responsabilidades da gestão financeira de sua empresa é manter os custos o mais baixo possível. Você pode negociar preços mais baixos com seus fornecedores, reduzir o número de funcionários em sua empresa, reduzir o uso de energia e comprar materiais de escritório no atacado. Se você não monitorar e gerenciar todos os seus custos, sua empresa sempre terá que aumentar as vendas drasticamente para pagar as despesas crescentes.

Planejamento tributário

A legislação tributária no Brasil é muito complexa e afeta diretamente a gestão financeira de uma empresa, pois a mesma não pode deixar de cumprir com cada uma de suas obrigações fiscais. Isso implica, por exemplo, na formação dos preços dos produtos ou serviços oferecidos ao consumidor final.

Sendo assim, uma das funções principais da gestão financeira empresarial inclui o planejamento tributário para o devido cálculo das alíquotas e o pagamento dos impostos. Isso envolve certificar-se de que você terá dinheiro em caixa para pagar os impostos apurados a cada mês ou a cada trimestre.

A concorrência no mundo corporativo é selvagem, e a sustentabilidade financeira de uma empresa depende também da redução de seus custos fiscais para que a mesma se mantenha competitiva em seu mercado de atuação.

O Planejamento Tributário é mais que uma necessidade, é um fator de sobrevivência para uma empresa que planeja o crescimento e a longevidade corporativa. Por isso, é uma ferramenta indispensável para a gestão financeira empresarial.

E você, como é a gestão financeira de sua empresa? Você tem trabalhado estes 4 importantes aspectos de modo à ter sucesso total na gestão do negócio? Você sabia que o contador é um parceiro fundamental para que a gestão financeira de sua empresa seja bem sucedida?

Compartilhe sua experiência conosco. E se precisar de ajuda, é só entrar em contato.

Até a próxima!

Gestão contábil: O fator crucial para a Sustentabilidade Financeira de Transportadoras

Para uma melhor sustentabilidade financeira, é importante que as empresas façam gestão contábil, considerando os principais fatores que:

  • Indicam a economia da empresa em seus transportes,
  • O desenvolvimento organizado,
  • Crescimento realista
  • E a sustentabilidade financeira, onde a empresa se mantém no mercado com lucros reais.

A entrega de mercadoria é um dos fatores que mais importam para os consumidores, pois se a entrega não é feita no prazo, acarreta vários problemas, principalmente em casos de entregas para Pessoas Jurídicas.

Levando em consideração que sua transportadora presta serviço para Pessoa Jurídica (como ocorre na maioria dos casos), é extremamente importante considerar alguns pontos, pois impactam diretamente o seu cliente e logo depois sua empresa.

Tecnologia no transporte

Você deve estar se perguntando o que a tecnologia tem a ver com a parte financeira da sua empresa. A resposta é: Tudo! Hoje em todas as áreas empresariais, os sistemas digitais tem sido um apoio importante para o desenvolvimento sustentável e financeiro da empresa.

Existem algumas maneiras de aumentar os lucros na sua gestão financeira, por exemplo:

Diminuir rotas ociosas

Você, empresário, sabe muito bem que nesse ramo esse é um problema de desperdício.

Tendo uma boa logística em sua transportadora é possível que você através da tecnologia, siga o passo que uma grande empresa fez e funcionou: otimizar rotas ociosas. Essa empresa conectou os transportes através de suas rotas com os pedidos dos clientes.

Assim que a empresa recebe o pedido do cliente, a mesma verifica onde estão os meios de transportes e já realiza a entrega economizando tempo,  diminuindo gastos com fretes.

Esse recurso para uma melhor gestão financeira foi feito porque 40% das empresas de transporte do Brasil voltam de uma entrega com o caminhão sem mercadorias.

Diminuir espaço de rota

Toda transportadora deve contar com uma parte de logística de transportes muito boa, mas se você ainda está começando não tem problema, existem formas para te ajudar a otimizar o tempo de entrega e os valores gastos no frete.

Uma delas é realizar uma pesquisa em sua transportadora (mesmo com aplicativos conhecidos e livres de pagamentos) de qual é a menor rota para se chegar ao seu destino. Mas não basta apenas pesquisar a menor rota, mas também:

  • A que possui o menor índice de acidentes;
  • Menos trânsitos;
  • Menor índice de roubos ou chances de perigo;
  • Menos buracos;
  • Menor número de pedágios.

Todos esses fatores determinam o seu gasto e economia com suas entregas.

O estado das entregas feitas aos seus clientes será determinante para um novo contrato com mais benefícios ou não.

Se a sua empresa se mantiver com bons clientes, logo ela se manterá de forma sustentável, tendo em vista os benefícios que o seu cliente pode te oferecer, com melhores contratos e valores mais interessantes, reconhecendo o excelente serviço prestado por você.

Negociar as entregas

Para que as finanças cresçam ainda mais, saiba negociar com o seu cliente.

Em sua transportadora existem os clientes fixos e variáveis, para esses clientes fixos que fazem vários pequenos pedidos de tempos em tempos, é possível negociar uma entrega depois de um determinado número de pedidos do mesmo para otimizar o tempo com o número de idas e voltas.

Porém essa forma de entrega não pode jamais atrapalhar o seu cliente.

É importante que isso seja negociado e acordado entre as partes, e se sua transportadora conseguir que a entrega seja feita de acordo com o volume de pedidos, preencherá os espaços de entregas que iriam vazios só para esse cliente.

Para a contabilidade da sua empresa de transporte ser ainda melhor, junte todas essas dicas com um planejamento de finanças, ou seja, tudo o que sua transportadora gasta e com o que lucra, isso com certeza é um fator essencial para ter uma visão clara e ampla do seu negócio e para um crescimento sustentável.

E você, tem alguma forma sustentável de gerenciar as finanças de sua transportadora que queira compartilhar? Fique a vontade e deixe seus comentários!

Até a próxima!

Gestão Financeira da sua Clínica Médica

Um procedimento indispensável para o sucesso do seu consultório!

A quantidade excessiva de operadoras de planos de saúde , combinado com a crise econômica que o nosso país vem enfrentando,  faz das cobranças dos valores de consultas dos pacientes um desafio crescente para as clínicas médicas. Por isso a gestão financeira da sua clínica médica é fundamental diante do cenário complexo que se apresenta para o sucesso do empreendimento!.

Quando se fala em finanças, muitos empreendedores têm certas dificuldades. Por isso é essencial ter entendimento sobre o que é preciso fazer para manter uma gestão financeira da sua clínica médica eficiente, de modo a  ter uma visão holística de toda a gestão administrativa operacional do consultório.

Muita atenção aos impostos!

Quem não quer ter problemas com a gestão financeira de sua clínica médica, precisa estar atento aos impostos. Para quem deseja abrir uma clínica médica e não possui muitos conhecimentos a respeito, essa questão dos tributos pode ser um grande enigma.

Muitos empreendedores acabam pagando mais, porque não tem esse conhecimento, e por não possuírem conhecimentos contábeis, acabam tendo que arcar com multas e juros. Consequentemente descapitalizam seu caixa, o que pode ser péssimo para o negócio.

Veja bem, assim como nenhum profissional e empresa são iguais, a tributação também não é, já que existem regimes tributários diferentes. Ou seja, há o modelo para empresa individual, há o modelo para sociedade simples, para sociedade limitada ou ainda para a empresa individual de responsabilidade limitada. Portanto, o valor de cada regime e faturamento implicará no total a ser pago.

É importante que o empresário ou responsável pela gestão financeira de sua clínica médica esteja ciente de que, caso o faturamento altere, também será preciso se planejar uma mudança de regime tributário, por isso ter um contador como aliado na gestão de seu consultório, é tão importante.

No entanto, para ter a gestão financeira de sua clínica médica eficiente e uma contabilidade eficaz,  você precisará:

Ter descrito todas as transações financeiras que foram realizadas pela clínica médica, incluindo todas as receitas e despesas de cada mês. Alguns médicos pensam que somente as transações de alto valor é que são importantes, mas isso não é verdade. Qualquer tipo de transação feita, mesmo que pequena, deve ser registrada.

Isso quer dizer que, seja a compra de uma caneta para assinar receitas ou as demais despesas da clínica, devem ser todas criteriosamente registradas.

Conhecer os custos da hora, faz toda diferença na gestão financeira da sua clínica médica

Não é possível estabelecer valores e principalmente repassar essa informação para os pacientes, se o empreendedor não conhece os custos que envolvem o trabalho da clínica.

Portanto, o cálculo deve ser feito dividindo o valor de todas as despesas que são fixas, como conta de energia, conta de água, salário, pelas horas de atendimento. Somente dessa forma é possível saber o quanto é preciso cobrar pela hora da clínica. Controlar os custos/hora é fundamental para que a gestão financeira de sua clínica médica seja eficiente!

Relacionando a projeção dos gastos e dos lucros

Se os gestores da clínica médica tiverem total conhecimento da sua situação financeira atual, os mesmos terão maior condição também de avaliar o futuro da empresa. Será necessário, portanto, projetar as estimativas de gastos e do lucro para os meses seguintes. Dessa forma, será avaliado o crescimento da clínica e o acúmulo de reservas, de modo que, ao aumentarem as despesas, se possa ter equilíbrio e capital de giro suficiente para suportar o momento. Este aporte garante uma visão positiva da gestão financeira de sua clínica médica.

Demissão de funcionários, décimo terceiro salário, férias, entre outros, são apenas algumas situações que afetam o caixa do negócio. E por isso, ter uma gestão financeira da sua clínica médica,  e uma contabilidade efetiva, será capaz de reduzir os impactos negativos.

Por isso é necessário conhecer…

A importância de se fazer a gestão financeira da sua clínica médica

Será a partir da adoção de uma gestão financeira que sua clínica médica terá a capacidade de lidar com diversos resultados, seja para melhorar, corrigir, ampliar ou reduzir os custos.

Considerando a falta de tempo da maioria dos médicos ou a falta de experiência com questões gerenciais e também administrativas é que se faz necessário ter um plano bem elaborado para não se perder no desenvolvimento de todo o trabalho que precisa de muita atenção e dedicação.

Para um consultório médico ficar bem, financeiramente falando, é preciso ter controle das receitas, das despesas, do fluxo de caixa e ser conhecedor do faturamento total. Sendo assim, é indispensável a contratação de uma assessoria contábil especializada em contabilidade para clínicas médicas.

Estamos aqui para sermos os seus maiores aliados doutor! Venha nos consultar!

Até breve!