Qual o custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica? Você precisa saber!

Quando consideramos a estimativa de médicos e dentistas no Brasil, percebemos que estamos até melhores do que a maior parte dos países no mundo. O Brasil possui 2 médicos para 1.000 habitantes e, entre os dentistas, estima-se de 1 em cada 5 dentistas no mundo está no Brasil.

Essa estimativa mostra que o mercado brasileiro oferece grandes oportunidades para profissionais de saúde, mas o custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica ainda estão bastante altos.

Abrir um consultório continua sendo o grande objetivo de médicos e dentistas que buscam a liberdade de atuação profissional, sendo esse um grande passo na carreira e, certamente, que precisa ser bem planejado, com o cuidado que exige o empreendimento.

Os preços para se montar um consultório

O custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica podem superar os R$ 50 mil. Para o profissional que possua esse capital, além dos custos iniciais de aluguel do imóvel, o empreendimento torna-se extremamente viável, mas não basta apenas conhecer esses custos e sim fazer o planejamento correto para não incorrer em prejuízos.

Se o profissional, médico ou dentista, está com o objetivo de montar seu próprio consultório, também é importante conhecer o custo operacional do empreendimento, ou seja, se não tiver conhecimentos administrativos, deve contar com o auxílio de uma assessoria contábil especializada em contabilidade para clínicas médicas e contabilidade para clínicas odontológicas, para que possam orientá-lo com relação aos trâmites exigidos pela legislação.

Num consultório, existe a necessidade de manter controles com os materiais médicos e odontológicos, materiais de escritório e de higiene, controles de funcionários, incluindo recepção, pessoal de limpeza e auxiliares de consultórios, encargos tributários e despesas de manutenção de equipamentos, além dos custos normais de qualquer estabelecimento, como água, telefone e energia.

Burocracia para montar uma clínica

O custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica também envolve, além dos investimentos em equipamentos e o custo operacional, os custos burocráticos. Assim, não basta apenas ao profissional ter o seu registro no conselho de classe e o seu diploma, devendo cumprir com todos os requisitos legais e regulamentações específicas.

Para abrir um consultório, o dentista ou o médico deve ter o seu registro na Prefeitura de sua cidade, pagando as taxas correspondentes e apresentando os documentos do local onde será instalada a clínica. Além disso, é necessário ter a inscrição no INSS e requerer os alvarás de funcionamento da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros e o Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES).

Quando se pretende abrir um consultório como empresa, é necessário ainda o contrato social, o registro em cartório, obtenção do CNPJ e da Inscrição Municipal.

Nesta etapa fundamentalmente é crucial a contratação de uma assessoria contábil especializada em contabilidade para clínicas médicas e contabilidade para clínicas odontológicas, pois os mesmos são especializados em toda legislação vigente e também conhecem todos os trâmites legais para que você inicie suas atividades em dia com o fisco.

Opções para não montar uma clínica

É evidente que existem outras opções, quando o profissional ainda não possui o capital necessário, como trabalhar em outra clínica odontológica ou médica ou mesmo trabalhar em hospitais, enquanto procura criar o seu capital para montar a própria clínica.

Tanto para a clínica médica quanto para a odontológica, o profissional de saúde pode contar com a possibilidade de ser um franqueado, mas também neste caso deverá ter o capital exigido, já que o custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica no sistema de franquia também exige investimentos.

O que o profissional deve fazer antes de montar sua clínica

Dissemos anteriormente que o custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica está acima de R$ 50 mil, e isso vai depender do tipo de clínica, do seu estilo e dos objetivos do profissional de saúde.

No entanto, esses valores são fáceis de serem levantados através dos fornecedores de equipamentos. O profissional de saúde não pode dispensar, no entanto, o apoio de profissionais ao fazer o planejamento para sua clínica.

E aqui é importante salientar que o local de instalação da clínica é de suma importância, procurando um ponto comercial que seja de fácil acesso e que deixe a clínica mais visível no mercado.

O profissional de saúde deve pensar como um empreendedor, planejando o espaço interno, que deve estar adequado para o crescimento no número de atendimentos e na quantidade de serviços de saúde prestados.

Como tudo vai envolver investimentos, é importante que o profissional de saúde tenha apoio de uma assessoria contábil especializada em contabilidade para clínicas médicas e contabilidade para clínicas odontológicas para todas as etapas de desenvolvimento, que incluem, entre elas:

       1-Cálculo e planejamento de todos os investimentos

O custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica não exige apenas o investimento inicial, mas também o que envolve a estrutura, a preparação e a organização do local onde os pacientes serão atendidos.

O profissional de saúde deve colocar no papel tudo o que seja necessário, calculando ainda o capital de giro, que será importante para os primeiros meses de operação.

      2-Definição de um público-alvo

Um fator importante para conhecer o custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica é a definição do público-alvo, já que é necessário saber o que oferecer para ter serviços de qualidade.

No caso de atendimento diferenciado, por exemplo, é preciso pensar nessas diferenças, como o atendimento ao público infantil, que vai exigir um ambiente de acordo com as necessidades infantis, ou de um público de terceira idade, que vai exigir melhor planejamento em acessibilidade.

      3-Escolha da melhor localização

A localização é um fator que vai influenciar diretamente nos resultados do consultório, além de serem uma referência para o custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica.

O profissional de saúde deve pensar nos fatores como facilidade de acesso, fluxo de pessoas, custo de aluguel e outros inerentes ao consultório.

Conclusão

O profissional de saúde que procura saber o custo para montar uma clínica médica e uma clínica odontológica, ao utilizar os serviços de uma assessoria contábil especializada em contabilidade para clínicas médicas e contabilidade para clínicas odontológicas , terá todo o apoio necessário para montar seu estabelecimento dentro do que determina a legislação, enquanto pode se preocupar com a parte operacional, ou seja, a qualidade dos serviços prestados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *