Planejamento Financeiro para Clínicas Médicas: todos os fatos que você precisa saber!

O planejamento financeiro para clínicas médicas é uma das bases para o sucesso do empreendimento. Da mesma maneira como o empresário médico cuida da vida de seus pacientes, deve também cuidar da saúde financeira de sua empresa.

Os pacientes procuram a clínica para cuidar de sua saúde, que precisa estar em perfeita ordem para suas atividades e, assim também, a clínica precisa dos cuidados específicos, principalmente com relação à área financeira, o principal alicerce para a estrutura empresarial.

O planejamento financeiro para clínicas médicas deve ser feito com critério e metodologia, já que, se o setor não for levado a sério, quem corre risco é a própria clínica, que pode correr sérios riscos com relação à sua manutenção no mercado.

Torna-se claro que, para responsável por uma clínica médica a maior preocupação está relacionada com o bem estar do paciente, mas quem administra uma clínica não pode se esquecer de que, para mantê-la com saúde financeira, com os melhores equipamentos e com as condições de atendimento necessárias, o gerenciamento financeiro deve ser eficiente.

Conheça as principais recomendações para manter o bom planejamento financeiro para clínicas médicas:

        1-Manter em dia o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma necessidade para toda e qualquer empresa. A administração financeira exige alguns cuidados especiais com relação à sua estrutura, como equipamentos e pessoal. O profissional responsável deve registrar todas as movimentações financeiras do empreendimento, até mesmo as menores despesas.

A manutenção do fluxo de caixa de uma clínica médica pode ser feita através de um sistema de gestão informatizado, atendendo melhor às necessidades da empresa e permitindo ao profissional cuidar de todas as atividades sem grandes preocupações.

         2-Criar um plano financeiro para a clínica

O planejamento financeiro para clínicas médicas deve orientar-se pelas atividades normais do dia a dia da empresa. A utilização de dados concretos permite ao médico estabelecer um plano para o futuro da clínica com mais praticidade.

Utilizando os dados obtidos através de um sistema de gestão financeira cria-se a possibilidade de projetar os dados para o futuro, considerando as receitas e as despesas necessárias e gerando condições para redução de custos sem perda de qualidade no atendimento, ao mesmo tempo em que se abre a possibilidade de novos investimentos.

Para o médico, é importante entender que a tecnologia está em constante evolução e a medicina não fica fora dessa evolução. A aplicação de novas tecnologias exige investimentos, que somente será possível mediante um planejamento financeiro consciente e criterioso.

        3-Contratar assessoria contábil especializada

Devemos lembrar, contudo, que o médico foi preparado para cuidar da saúde e não especificamente para administrar uma empresa. Em determinados casos, a melhor alternativa é contratar uma assessoria contábil especializada em contabilidade para clínicas médicas  que possa direcionar a gestão financeira e montar o planejamento financeiro para clínicas médicas.

A assessoria contábil, através de um contador qualificado, poderá montar o planejamento financeiro de uma forma organizada, simulando condições e permitindo que o profissional médico responsável tenha mais tranquilidade para conduzir suas próprias atividades profissionais.

Vale dizer, no entanto, que o profissional responsável pela empresa é quem conduz os destinos de sua clínica médica. Embora tenha uma assessoria especializada em contabilidade para clínicas médicas para poder direcionar melhor as atividades financeiras da empresa, é ele quem decide os destinos de sua clínica, com o acompanhamento direto dos processos empresariais.

         4-Criar uma estrutura para a contabilidade

Para ter mais tempo para suas atividades profissionais e, ao mesmo tempo, conduzir o planejamento financeiro para clínicas médicas, o responsável pela empresa deve montar uma estrutura para a contabilidade, mantendo sempre em ordem as contas a pagar e contas a receber.

Com essa estrutura montada, ficará mais fácil verificar com antecedência as atitudes a tomar, evitando contas a receber em atraso e permitindo a liquidação de contas a pagar dentro dos prazos.

        5-Manter um fundo de reserva

Para viabilizar o planejamento financeiro para clínicas médicas, é necessário estabelecer um fundo de reserva para enfrentar possíveis momentos de crise na empresa, como a necessidade de manutenção de equipamentos ou a queda nos serviços.

O capital de giro deve ser analisado para os próximos meses e a reserva deve ser suficiente para cobrir qualquer necessidade futura. Com a reserva, se a clínica passar por momentos de crise será possível superar e encontrar meios para dar continuidade às atividades empresariais.

       6-Separar contas pessoais das contas da clínica médica

Mesmo sendo uma clínica conduzida por um só profissional, trata-se de uma empresa. Desta maneira, o planejamento financeiro para clínicas médicas exige a total separação das contas pessoais daquelas da empresa.

O profissional, embora proprietário, deve conduzir seus gastos através de um pró-labore previamente estabelecido, sem recorrer ao caixa da empresa para cobrir seus custos pessoais, da mesma forma que não deve usar de seus recursos para cobrir gastos da empresa, como a utilização do cartão de crédito, por exemplo.

Manter o planejamento atualizado

O planejamento financeiro para clínicas médicas deve ser visto através de seu próprio conceito: trata-se de um plano que ainda não foi concretizado e que, portanto, está sujeito a alterações.

A atualização do planejamento financeiro deve ser constante, fazendo-se o seu manejo sempre que se apresentar necessário. O empresário deve estabelecer metas que possam ser atingidas, dentro das possibilidades da clínica médica, cumprindo com essas metas e mantendo as previsões de acordo com as alterações percebidas pela contabilidade.

O planejamento financeiro para clínicas médicas deve ser analisado constantemente, verificando o crescimento da empresa, suas necessidades de atualização tecnológica, previsão de custos e necessidade de investimentos.

Conclusão

Da mesma forma que qualquer outro tipo de atividade, a clínica médica também exige constante atualização por parte de seu dirigente. À medida que está aprendendo novas técnicas de planejamento financeiro para clínicas médicas, o próprio profissional poderá encontrar meios de conduzir sua empresa e torná-la viável no concorrido mercado de saúde.

Contudo, é preciso entender que vivemos num mundo em constante evolução, onde quem não busca aprender pode ser atropelado pela concorrência. Assim, é necessário sempre buscar novas informações e novas ferramentas, conhecendo os conceitos de gestão financeira e participando de cursos que possam melhorar a área financeira da empresa.

Se tiver alguma dúvida sobre como fazer um bom planejamento financeiro para clínicas médicas, e precisar do auxílio de uma assessoria contábil especializada em contabilidade para clínicas médicas, entre em contato conosco.

Nós da Proativa Contabilidade conhecemos todos os trâmites legais da área da saúde, a atuamos lado a lado com médicos empreendedores há muito tempo buscando encontrar as mais diversas soluções que melhor se adaptem ao propósito do crescimento e sustentabilidade financeira e contábil de suas clínicas médicas.

Venha tomar um café conosco Doutor e vamos atuar juntos rumo ao sucesso total de seu empreendimento!

Muito boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *